foto

foto
fotografía del sur de Concordia ER Argentina , autor luis pedro mujica

sábado, 4 de febrero de 2017

PESCADORES E COMERCIANTES APOSTAM EM UMA BOA SAFRA

 Pescadores e comerciantes apostam em uma boa safra
A expectativa para este ano é bem diferente dos últimos quatro anos
Foto: Bruno Zanini Kairalla
Omar Biase acredita que com preço menor ganha-se na quantidade
POR ANETE POLL
A safra do camarão foi aberta oficialmente na manhã de quarta (1º), nas docas junto ao Mercado Público. E este ano, diferente dos últimos quatro, a safra promete ser boa. Pelo menos, esta é a expectativa de pescadores e comerciantes. Nas docas, assim como ao longo da Henrique Pancada, os preços variam entre R$ 15 e R$ 20 o camarão com casca, e entre R$ 30 e R$ 35 o produto limpo, bem diferente do preço praticado até bem pouco tempo, onde o produto era ofertado por até R$ 50.
O presidente da Colônia de Pescadores Z1, Nilton Machado, ressalta que há muito camarão. E depois do dia 15 de fevereiro, ele estará em tamanho ainda melhor. “O ano de 2012 foi o último que apresentou uma excelente safra. Depois disso, foi só frustração. Assim, depois de quatro anos, volta-se a apostar em uma safra boa”, ressalta Machado.
O comerciante Paulo Matos é um dos que acredita que este ano a tendência é de uma safra boa. “Passamos por quatro anos ruins, mas este ano promete”. Diz ainda que o clima é um dos fatores que influencia muito na safra. “A água tem que estar salgada, e o tempo tem que ser quente”, aponta Matos. Há ainda a opção do siri a R$ 10 o quilo.

Vendendo o camarão por, pelo menos, R$ 5 a menos, os comerciantes Omar (pai) e Deivison Biasi (filho) alegam que o preço foi posto para sobreviver e não para enriquecer. “O negócio é vender. Não adianta estocar, ainda mais que a safra será muito boa. Preferimos apostar no ganho da quantidade”, disse Deivison. TOMADOD E AGORA DE RGS BR 

No hay comentarios: